Assim NÃO
Sabia que...

 

Não há mulheres detidas pelo crime de aborto em Portugal.

 

Em 2005 realizaram-se 906 abortos legais em Portugal.

 

Em 2005 houve 73 casos, e não milhares, de mulheres atendidas na sequência de abortos clandestinos.

 

O número de abortos clandestinos está calculado em 1800 por ano.

 

62% dos abortos realizados em países europeus com legislação semelhante à pretendida em Portugal, são realizados por mulheres com rendimentos familiares superiores a 65.000 euros por ano.

 

6% dos abortos realizados em países europeus com legislação semelhante à pretendida em Portugal, são realizados por mulheres com rendimentos familiares inferiores a 7000 euros.

 

Em todo o mundo, o aborto sem invocar qualquer razão é permitido em 22 de um total de 193 países.

 

A pílula do dia seguinte é comercializada em Portugal desde 1999, sem necessidade de receita médica. É dispensada gratuitamente em centros de saúde desde 1 de Dezembro de 2005.

 

A taxa de natalidade em Portugal baixou para metade nos últimos 40 anos.

 

Em 2005, a média de filhos por casal foi de 1,5, tendo-se registado apenas 109.000 nascimentos, permanecendo abaixo do nível de renovação das gerações (2,1).

 

Em 2006, a Alemanha aprovou um incentivo à natalidade de 25 mil euros por cada nascimento.